Querido ouvinte, hoje eu quero refletir com você sobre esta personagem abjeta: o Líder Jararaca. Como identificá-lo em sua empresa?

Falta de ética e desrespeito são marcas registradas. Grandes falastrões, eles têm baixíssima escuta. Seja lá o que você tenha a ponderar, sua frase estará pronta e virá – muito frequentemente – acompanhada por metáforas sarcásticas de gosto duvidoso. Confiam em suas “míticas intuições” e operam em torno de pessoas e políticas de baixa qualidade e rasa consistência técnica. Meritocracia e cuidados com a gestão são tidos como “frescuras”. Sua fala e sua atitude não são coerentes, mas isso não tem nenhuma importância para eles. Preferem qualquer vantagem pessoal momentânea ao invés de planos com visão futura de longo prazo. Sobem às alturas como pó que se levanta com o vento. Não tardam a cair quando a brisa passa.

A experiência de ser liderado por gestores com este perfil é inesquecivelmente trágica. Mas tudo melhora quando a Jararaca é pega, às vezes somente pelo rabo, mas depois pela cabeça.

LEMBRE-SE: CONSCIÊNCIA TRANSFORMA A REALIDADE.

ROGÉRIO CHÉR, FALANDO COM VOCÊ SOBRE PROPÓSITO DE VIDA E CARREIRA.

 

 

Comments

comments