Você pode dizer: “Rogério, todos os subsistemas que lidam com pessoas são importantes”. É verdade. Concordo. Mas recrutar, selecionar, admitir e integrar fazem parte dos processos-chave, na minha convicção.

Nestes desafios, ainda erramos mais do que acertamos. Repare: toda empresa bem sucedida é rigorosa com recrutamento e seleção. Não têm pressa para preencher vagas e fazem todos seus colaboradores se tornarem bons recrutadores. Na Zappos, por exemplo, até os motoristas que transportam os candidatos fazem parte do processo seletivo e registram atitudes importantes enquanto os dirigem para as entrevistas. Estas empresas dão peso menor para as competências técnicas, que depois são lapidadas por treinamento interno. As competências comportamentais são decisivas para o processo seletivo, dado que expressam a maior ou menor aderência do candidato à Cultura Organizacional. Empresas de sucesso cuidam com carinho da integração de novos talentos e são obcecadas por aproveitamento interno, com foco em ocupar os níveis da Liderança com pessoas de dentro da organização. Isto sinaliza como o tema de Pessoas é relevante para a empresa e fortalece a Cultura e o Engajamento.

LEMBRE-SE: CONSCIÊNCIA TRANSFORMA A REALIDADE.

ROGÉRIO CHÉR, FALANDO COM VOCÊ SOBRE PROPÓSITO DE VIDA E CARREIRA.

Comments

comments