O que podemos aprender com o debate entre Trump X Hillary? “Rogério, trata-se da disputa entre um biruta nazista e uma burocrata sem alma”. Pois é… Isso sem mencionar a baixaria, os ataques pessoais. Certo? Bem, vamos com calma antes destas críticas. Há uma vantagem interessante nisto tudo.

Vamos pular as discussões técnicas e os embates ideológicos entre os candidatos. Note como há uma carga significativa de foco em temas comportamentais: como lidam com questões relacionadas a sexo, como enxergam as relações humanas em meio à diversidade de gênero, raça ou credo? Quão confiáveis são suas palavras e qual o compromisso com ética e transparência? Que tipo de linguagem adotam? Como se comportam diante das câmeras e longe delas, na intimidade de suas vidas? Para quem imagina que o debate está distorcido, afirmo: o que os eleitores precisam primeiro é avaliar a identidade que percebem entre si e os candidatos, o quanto se alinham em essência, em Valores.

O mundo vive uma crise de confiança em Líderes políticos e empresariais. Esta é uma crise de Valores! Dessa forma, quando iniciamos qualquer debate pelo alinhamento de Propósitos e Valores, começamos pela pauta certa. A discussão técnica vem na sequência. É isso que acontece nas empresas quando explicitam sua Cultura: realinham indivíduos e organização em identidade. Este é um primeiro passo muito certo!

LEMBRE-SE: CONSCIÊNCIA TRANSFORMA A REALIDADE.

ROGÉRIO CHÉR, FALANDO COM VOCÊ SOBRE PROPÓSITO DE VIDA E CARREIRA.

Comments

comments