Como a certeza da morte muda nossa vida?

“Lembrar que vou morrer em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a fazer as grandes escolhas na vida”, disse Steve Jobs, diante da certeza de que morreria com o câncer que tomou seu pâncreas.

Talvez o maior efeito dessa verdade inexorável seja lapidar nossa capacidade de fazer escolhas. Quase tudo na vida – nossas expectativas materiais, o orgulho, o receio do fracasso, o sentimento de injustiça – essas coisas simplesmente encolhem diante da morte, deixando apenas o que é realmente importante.

Pensar assim amplia nossa capacidade de viver o presente de forma mais leve, presente, aberta e não julgadora. A fome voraz do ego é substituída pela busca daquilo que nos nutre de verdade – e com qualidade.

Pensar desse modo, afinal, leva a um sentimento poderoso: perde-se o medo de morrer. E quando isso acontece, perdemos o medo da vida. Adquirimos, assim, outra convicção: a de que não existe razão para não seguir nosso coração imediatamente, agora!

LEMBRE-SE: CONSCIÊNCIA TRANSFORMA A REALIDADE!

ROGÉRIO CHÉR, é sócio da Empreender Vida e Carreira, autor do best-seller “Empreendedorismo na Veia – um aprendizado constante”, do livro “Engajamento – melhores práticas de Liderança, Cultura Organizacional e Felicidade no Trabalho” e co-autor com Magda Oliver Ruas da obra “O que mais você quer de mim? O desafio de viver relações significativas”.